10.8.12

Há um porto de abrigo.


Quando tudo parece errado, quando tudo o que existe parece ser um grande nada, há um porto de abrigo. Não para nós, mas acabei por perceber que há um porto de abrigo em nós. Acabei por perceber que por mais caminhos que existam, por mais escolhas que se façam, o importante não é o tempo em que se vai lá parar, mas a direcção que se escolhe, e essa, somos nós. Porque mesmo quando tudo está longe de ser o perfeito, quando a terra nos escapa por entre os dedos, quando andamos sobre nada, tudo o que eu quero és tu. Quando olhas para mim, tudo o que existe, o certo, o errado, são apenas noções, deixa de haver essa lei que se implementa nas pessoas, o "deve fazer-se" mas a verdade é que ninguém quer fazer, quando os teus olhos tocam os meus, por mais breves que sejam esses momentos, o sentido és tu. Quando me abraças, e me agarras, sem te preocupares com o estúpido estereótipo que existe de "o que é que as outras pessoas vão pensar", o meu mundo pára, e todas as palavras que até ali faziam sentido, deixam de fazer. O amor é um lugar estranho. Todos os planos, e frases pré-concebidas deixam de ter um espaço aqui, é por isso que eu gosto tanto deste lugar, não há tempo para pensar, é tudo tão mais verdadeiro, e mais sincero, sem qualquer tipo de tempo para fazer o que é certo. É aqui que eu gosto de viver, algures no meio dos nossos corações, - o tempo pára. É o auge da palavra sentir, é o alto e o baixo, mas é assim que a magia acontece, é assim que as pessoas se perdem e se encontram em quem realmente são. O verdadeiro amor, simples e genuíno é das imagens mais bonitas que se podem ver, aquele amor exasperante, sem limites, sem hesitações, é esse amor que é viver.
Há um porto de abrigo em nós, naquilo que somos, não são as palavras que nos fazem, não são os outros que nos definem, é por isso que combinamos tão bem, quando decidem colocar mais uma pedra na tua vida e tu não gostas de falar sobre isso, eu riu-me, porque sei que as minhas gargalhadas melhoram o teu mundo, quando alguém teima em fazer-me demorar mais algum tempo a chegar onde quero, tu sabes ouvir-me, e abraças-me, porque para mim, o nosso mundo é um lugar bem melhor nos teus braços.
Todos os dias eu quero viver o nosso amor, como se fosse o último dia, tenho a certeza que no final de tudo, vamos sempre ter bons dias para contar, e eu, amo-te.

9 comentários:

  1. também já tinha saudades de te visitar! é bom sentir que o amor permanece aqui :)

    ResponderEliminar
  2. é mesmo bonito, eu apaixonei-me por ele assim que o vi na banca à vida, uns dias antes :o

    ResponderEliminar
  3. É verdade .. Faz-me confusão como podem mudar de um dia para o outro, mas enfim. Há-de ser sempre assim. Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  5. é um defeito (pelo menos encaro-o assim) um pouco incomodativo, não achas?! às vezes torna-se frustrante não conseguir verbalizar aquilo que me vai na alma... mas fico feliz por saber que não sou a única a sentir-me assim :')


    quanto a este texto, está uma delicia! :'D
    "O amor é um lugar estranho" adoreeeei esta frase!

    ResponderEliminar