8.6.11

nos dias maus,

Apetece-me gritar-te as saudades que te tenho, os dias sem falar contigo não passam, os minutos não se deixam levar e o dia nunca mais acaba. Dá-me vontade de correr atrás de ti, de te mostrar que não estar contigo é a maior de todas as torturas. E adormeço a pensar em ti, enquanto se deixam cair uma ou outra lágrima que se lembra que hoje não ouviu a tua voz, que não sabe se sentiste saudades, se suspiraste da mesma forma que me sentiu esperar por ti. Às vezes gostava de te mostrar como me sinto quando não estás aqui, não sou tão forte como pensas, os meus olhos perdem o brilho e não me deixo sorrir... talvez se entendesses nunca mais tivesse de ficar sem te ter aqui. As saudades são muitas que não cabem neste pequeno coração, queria por vezes, ouvir-te susurrar por mim quando não estás. A barreira também cai sabias? aqui deste lado, eu faço-me de má, mas no fundo, ao pé de ti nada funciona, mexes com tudo o que sou, e perco-me contigo. Não sei fechar-te a porta, ou desligar-te o telefone a meio de uma conversa, não consigo não te ouvir mesmo quando me chateio contigo, nem consigo não correr para ti quando sei que precisas de mim, aqui a pedra, derrete-se bem rápido. Eu não sei virar-te as costas, não sou capaz de te negar uma palavra, quando por vezes, não medes o que fazes, não sou capaz de te negar um abraço, por mais que às vezes não mereças. Por ti, eu dou tudo, o que tenho e o que não tenho, e vou buscar ainda mais se for preciso. Tudo o que te peço, é que fiques sempre do meu lado, nos dias bons, e principalmente nos maus, só te peço que não me deixes sozinha, mesmo que seja por um dia ou dois, nada faz mais sentido do que estarmos lado a lado. Por muito que por vezes te fartes, te canses, e te apeteça virar as costas, eu estou sempre pronta para mais uma batalha contigo. Há vários dias que não te oiço falar no quanto me queres, no quanto me amas, e dói tanto, eu sei, eu sei que gostas de mim, mas nos dias maus, sabe ainda melhor ouvi-lo, quando não queres dizer, quando não queres falar, quando não tens vontade de me abraçar, lembra-te que tens alguém que suspira por ti, não hoje, mas desde o dia em que te viu sorrir.


hoje é isto, uma saudade por não te ter aqui..

25 comentários:

  1. ESTÁ LINDOOOOOOOOOOOOO ! *.*
    passa-se o mesmo comigo ooo:

    ResponderEliminar
  2. e no fundo, é esse o verdadeiro amor, o mais puro.. isn't it ? (:

    gostei,
    um beijinho*

    ResponderEliminar
  3. infelizmente esse é o grande mal dos tempos de hoje :$

    ResponderEliminar
  4. uau que sorte, eu em principio só tenho dois cursos que quero mesmo seguir, já pus outra opção o ISEGI e de resto não me ocorre nada e já procurei e procurei e nada me agrada mais que contabilidade.
    espero ter a mesma sorte que tu. muito obrigada pela força os nervos ainda cá estão mas nada que não seja normal.
    as notas são o que mais me irrita, odeio quando me dão uma nota inferior à que deveria ter mas também detesto quando é superior, ultimamente não tem havido justiça quanto as notas dadas mas pronto.
    quanto as tuas imensas saudades, bem... é a única coisa que nos faz ter a certeza que ainda gostamos muito da pessoa ou dos momentos vividos e acho que isso é bom, muito bom até.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Flor..
    Que lindo aqui.. ^^
    - Apaixonei' ♥
    'xerinho' beeem grande ~

    www.lojazart.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. a saudade é terrível. mas quando são dois a remar para o mesmo lado, tudo se torna mais fácil. :)

    beijinhos, Inês (L)

    ResponderEliminar
  7. a sério?
    Precisava de deitar esta opinião para fora e, por isso, deixei simplesmente o texto fluir (;

    ResponderEliminar
  8. adorei, já sigo :$

    http://camvworld.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. Quando existem saudades, é porque há alguém (ou algo) que vale a pena. E quando as saudades são fortes apetece-nos fazer sempre tanta coisa para as atenuar

    ResponderEliminar