27.4.11

tua, sempre


hoje dei por mim a falar de nós, a falar-nos a uma outra pessoa a quem nunca nos tinha conversado assim, e ela, não te conhecendo deliciou-se com o amor que tenho por ti. Não te posso garantir que os meus olhos brilharam, mas tenho quase a certeza que sim, e que os meus lábios se rasgaram num sorriso tão bonito como aquele que um outro dia, há algum tempo já, te fiz. Dei por mim a dizer-lhe que tinha a certeza que era contigo que eu queria ficar, não só por muito tempo, mas por um tempo que tem tanto de grande como de infinito, disse-lhe o quanto me irritavas por vezes, e o quanto eu não saberia viver sem ter isso na minha vida, e dei por mim a dizer, o que tantas vezes já me tinha ocorrido, mas nunca te disse, esse teu jeito, por vezes tão diferente do meu, e que nos faz divergir um do outro, é também aquilo que mais nos une, porque eu sei que não saberia ser eu sem ter essa tua parte em mim, e tu não te sentirias tão completo longe deste meu mau feitio. Não saberia viver sem essa tua teimosia que me faz gostar tanto de ir a luta, e tu não serias tão preocupado se não tivesses tanto medo de me perder. Há quem diga que o facto de duas pessoas serem tão diferentes impossibilita que sejam um só, mas eu digo-te, é o facto de por vezes sermos tão diferentes um do outro que nos faz tão iguais, tão completos, tão cheios em nós. Hoje, e desde que te tenho, que sinto-me assim, capaz de carregar o mundo inteiro às costas, e ainda assim, não sei o que me prendeu a ti, se foram as palavras, os cuidados e preocupações, se foi esse sorriso que cativa meio mundo, ou esses olhos que, mesmo que por vezes tentes, não me conseguem esconder nada, mas todos os dias eu morro por um abraço teu, por um simples entrelaçar de dedos, que sei eu, sentirei saudades assim que me for embora até te voltar a encontrar no dia seguinte. Sei que foste tu e não interessa como, que fizeste o que mais ninguém conseguiu, hoje sou tua, sou tua sempre.

30 comentários:

  1. é tão bom pronunciar-nos a um outro alguém o amor que sentimos pelo nosso amado. sei tão bem o que isso é, amar dessa forma incondicional, é uma sensação maravilhosa e que vai aumentando e construindo-se com o tempo :) já senti tudo o que retrata no texto, é bom não é? é como que se ao lado desse alguém fossemos capazes de viver tudo, o imaginável e o impossível. :) como adorei :) quanto ao meu texto não está assim nada demais :)

    ResponderEliminar
  2. adorei o texto, sabes? quando estamos apaixonados falamos assim, não com a boca mas sim com o coração, conseguimos mostrar aos outros as coisas que estão à vista de todos de uma forma mágica *
    é o que eu vou fazeeeeer *-*

    ResponderEliminar
  3. A mais bonita declaração de amor que li nos últimos tempos... mesmo!

    ResponderEliminar
  4. que texto lindo! cada palavra consegue exteriorizar esse grande sentimento que tens*

    ResponderEliminar
  5. E na faculdade tambem nao é so exercitar !?
    oh god :s

    ResponderEliminar
  6. Inês, como é que consegues? Dá gosto ler esse teu amor pelo amor. :D

    ResponderEliminar
  7. eu também ainda não sei, amanha vou fazer algo novo (;

    ResponderEliminar
  8. vou de férias e quando venho já mudaste o nome do blog!

    ResponderEliminar
  9. vivo um bocadinho do qu'escreveste porque também eu e o meu namorado somos muito diferentes mas tão iguais :)

    ResponderEliminar
  10. sim, a maior parte das pessoas diz me isso :) só que lá está, não tenho a opinião que escreva assim tão bem, porque não passa de uma expressão da alma e do coração. dá-me gosto escrever é apenas isso :)

    ResponderEliminar
  11. Querida Inês, tudo o que terá de ser teu será. Nunca te esqueças disso. Eu vim para cá um pouco para me esconder do passado, quando cá cheguei queria ir-me embora, hoje em dia não quero sair mais daqui. :D

    ResponderEliminar
  12. sinto cada palavrinha que aqui está :)
    é tão bom falarmos da pessoa que amamos, e essa pessoa ver os nossos olhos brilharem e o nosso sorriso "parvo" :)

    "mas todos os dias eu morro por um abraço teu, por um simples entrelaçar de dedos, que sei eu, sentirei saudades assim que me for embora até te voltar a encontrar no dia seguinte." - SEM DÚVIDA, totalmente verdadeiro :)

    ResponderEliminar