9.3.09

teu problema, é meu problema.


" Teu problema é meu problema, por isso a gente divide. "


Hoje deixei de estar onde pertencia para estar a teu lado. Ainda que longe, tu sabes que eu caminho sempre contigo e embora tu nem sempre o digas, o sei quando precisas de mim. Desliguei-me do meu eu, como que se eu me tratasse apenas de uma máquina com on/off e uma ficha, finge que puxei a ficha e me liguei a ti. Estás a precisar de mim aí ao pé de ti.

Precisas de falar e falar e quando acabares que eu te diga; “ eu acho que... ” e eu também. Sempre tive a necessidade de te mostrar o que penso das coisas, mostrar-te um lado e o outro, que enorme defeito, eu ainda não aprendi a meter-me na cabeça dos outros, e infelizmente ainda não escuto pensamentos, mas por enquanto, vou tentando... e tu sabes que eu raramente falho.

Vou dizer-te pela milionésima vez, que és a minha melhor vida, e tu sabe-lo. Se pudesse, abraçava-te, encostava-te ao meu ombro e não dizia “ vai correr tudo bem ” porque toda a gente to dirá. Diria antes: “ Se já vencemos todas as batalhas até aqui, o que te faz pensar que vamos agora parar a guerra? ” – se te faltam as armas, eu construo-as eu mesma! Se te faltam as forças, eu levo-te às costas! Se te faltam os soldados, eu faço-te a armadura! Se te faltam as estratégias, eu desenho-te as tácticas! Nós não perdemos a guerra, principalmente aquela que não começámos.

Fecha-te ao mundo, e abre a nossa janela, sei que juntas somos maiores, e em momento algum eu poderia deixar-te! Por isso, se vamos derrotar monstros, fá-lo-emos as duas, lado a lado, fá-lo-emos com o maior sorriso do mundo, porque mais do que aprender com os nossos erros, é saber aprender com os erros dos outros e essa capacidade ninguém nos tira. Um sorriso, porque mais do que recordar o passado, é saber que desfrutámos ao máximo do momento no presente. Mais do que pensar que podiamos ter feito as coisas de outra maneira, é lembrar que errar é humano. Mais do que achar que de todos os caminhos percorremos o mais longo, é ver que não importa o tempo que demoramos a chegar, importa onde vamos e chegar lá. E nós? Felizmente, não sabemos a tristeza que é deixar um caminho a meio.

Por isso, sempre que te sentires perdida, lembra-te que podes andar km e km que eu encontrar-te-ei sempre ao virar da esquina. E tu percebes melhor que ninguém, eu conheço-te melhor do que me conheço a mim, sei as tuas expressões de alegria e tristeza, e principalmente, vejo aquilo que poucos vêm, o fingimento. Lembra-te sempre que um adeus nem sempre significa que vais embora. Não tenhas medo, se tiveres que fechar uma porta, fecha. Se tiveres que acabar uma frase, acaba. Se tiveres que esquecer um sorriso, esquece. Se tiveres que chorar uma lágrima, chora. Se tiveres que correr para longe, corre. Se tiveres que dizer não, diz. Porque no final, vais ter-me sempre a mim, se a eternidade existe, desculpa o egoísmo, pertence-nos!




esquece um mundo de fantasmas e de monstros,
isto já não é um conto de fadas, nunca foi e nem será.

e nós sabemos que os monstros e os fantasmas são personagens de cartoons, estão presos a caixas de imagem e a páginas de história.

não vamos agora tirar-lhes a fantasia, não lhes tiremos os truques de magia, não os matemos, vamos antes vencê-los!

e eu estou contigo, hoje e sempre. no matter what, i'll always be with you.

6 comentários:

  1. tenho a certeza que cada palavra aqui dita é verdadeira. está lindo (:

    ResponderEliminar
  2. apenas te posso agradeçer por existires, por cada segundo que me das, por lutares ao meu lado.

    AMO-TE e mais nada interessa! (LLLLL) :'D

    ResponderEliminar
  3. Há amizades que valem a pena toda a nossa dedicação.

    ResponderEliminar