24.10.09

seis.





É quando acordo ao teu lado, enquanto te vejo dormir e passo os dedos pelos teus cabelos ou pelos teus braços que me envolvem, que mais penso o quanto eu quero passar assim todas as manhãs da minha vida. Quero adormecer todas as noites com um beijo, ou até a meio de uma frase e continuá-la na manhã seguinte. Quero adormecer encostada ao teu rosto, ou deitada no teu peito e mesmo assim sonhar contigo. Quero ficar a falar baixinho antes de adormecer, com as mãos entrelaçadas. Quero ouvir-te a respirar ao meu ouvido antes de adormeceres. Quero estar contigo, e todas as noites partilhar o mesmo quarto, cama e lençois, quero dar-te (ainda) mais da minha vida. E quero isto sempre.

Por isso, deixa-me ver o teu sorriso todas as manhãs sem o ter que procurar. Deixa-me ficar no teu abraço todas as noites. Deixa-me ficar assim como somos, como queremos ser. Obrigado por estes 186 dias a teu lado. Amo-te




(e casa comigo, e até pode ser como eles, desde que isso signifique que nunca vais sair do meu lado.)

Ps: quanto aos meus anos, quero agradecer a todos aqueles que se lembraram. Não é que fazer anos seja muito importante para mim, mas é sempre bom saber que se lembram de nós. De resto? 18 é só 17 mais um :)

18 comentários:

  1. Eu, por acaso, ganhei muito liberdade quando fiz os meus 18 anos. :)

    ResponderEliminar
  2. Às vezes, até mesmo sem querermos, são eles o nosso abrigo, a nossa protecção. Felicidades para voces. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. esse amor é lindo inês :')

    e sim, a mim os 18 não estão a fazer grande diferença e penso o mesmo que tu: "18 é só 17 mais um".

    GMDT (L)

    ResponderEliminar
  4. amor! eu nao tive ca, nao pude dar, mas PARABENS :D e desejo-te um resto de vida feliz ao lado do filipe e dos teus grandes amigos e familia :D

    MAIS! agora gostas de grey :p acho bem!
    o texto esta bonito como sempre :)

    ResponderEliminar
  5. adorei o post, há amor verdadeiro aí. e isso é bonito de apreciar. portanto vou seguir, e ler tudo o que me for possivel. continua a escrever, e continua a ser feliz , se não fores, luta e não desistas nunca. beijinho , mia

    ResponderEliminar
  6. mas sinceramente espero que não seja o caso neste post.
    aliás , vejo que não tens postado , e estou curiosa com o que virá a seguir. um beijinho :)

    ResponderEliminar
  7. também faço muito isso :o
    somos parecidas :o
    eu tenho tanto para escrever , mas nada que possa ser escrito. as ideias veem e depressa se vão. e o sentimento não quer passar para palavras. tudo fica confuso e apago. mas pronto, um dia ( quem sabe amanhã ?!) venha aqui e escreva um texto feio e sentido, acompanhado de uma foto.
    beijinho :)

    ResponderEliminar
  8. eu também sou assim, mas chego á conclusão que só sai o que tem de sair. acho que ( na minha opinião e do meu ponto de vista ) o que se pode transmitir por olhares não precisa de ser descrito em letras. somente aquilo que não se consegue dizer com um olhar, se diz com palavras.

    ResponderEliminar
  9. dos 7 cadernos que escrevi , dos 65 posts que fiz num blog antigo , mais os 16 que fiz neste, penso que nenhum falou de mim :o e isso desagrada-me um pouco. começo a achar que as pessoas teem razao : " so pensas nos outros, e esqueceste de ti." dizem-me isto muita vez :o

    ResponderEliminar
  10. é incrivel ver como duas pessoas podem pensar de maneira tão iguaaal!
    que idade tens ?

    ResponderEliminar
  11. parabéns atrasados então :) tenho ainda os meus 16 , mas os 17 também não estão muito longe visto que o tempo corre. x)

    ResponderEliminar
  12. sou maria , mas os meus pais chamam-me eduarda . maria eduarda portanto. :)

    ResponderEliminar
  13. chama-me o que quiseres , eu não gosto de nenhum por isso tanto me faz :)
    eu não queria nada crescer tão depressa apesar de por vezes adorar os planos para o futuro e querer que passe depressa. :/
    esqueci-me de dizer .. faço a 23 de fevereiro, parece que falta muito , mas novembro já chegou e o natal não tarda , vai correr. sprint x)

    ResponderEliminar
  14. então sente-te livre de me chamares maria x)

    eu também não me importava de parar nos 18. mas aff , crescer é dificil.

    ResponderEliminar